O SC Braga chegou a acordo com a AC Fiorentina para a transferência do jogador Marko Bakic. O médio internacional montenegrino assinou contrato válido para as próximas cinco temporadas, ou seja, até 2021.

Lançado no Mogren, do Montenegro, Bakic transferiu-se para Itália em 2012, tendo como destino o Torino. A Fiorentina, então já coproprietária do passe, contratou-o no ano seguinte, tendo Bakic sido um dos mais jovens jogadores a atuar pelo conjunto viola, tanto na Serie A italiana como na UEFA Europa League.

Em 2014/15 esteve emprestado ao Spezia, da Serie B, e na época passada atuou em Portugal a partir de janeiro, mais concretamente no Belenenses.

Com 22 anos, Bakic é internacional montenegrino desde os 18 anos e falou pela primeira vez como reforço dos Gverreiros pouco depois de assinar contrato.

 

Depois de ter jogado meia época em Portugal, continua no nosso país mas no SC Braga. Como explica a sua decisão?

Foi um passo importante, para a minha carreira, vir para o SC Braga para as próximas cinco temporadas. Foram seis meses de empréstimo da Fiorentina ao Belenenses, consegui fazer uma boa campanha lá e agora chego aqui no momento certo. É o melhor para mim e para a equipa.

Mas porque escolheu o SC Braga?

Escolhi o SC Braga porque, acima de tudo, todos me fizeram ver que me queriam aqui. Desde o presidente, passando pela direção e pelo treinador. Esta era a melhor opção, porque senti confiança em mim desde o primeiro minuto. Não falo das outras possibilidades que tive, mas queria vir porque julgo que vou ter a continuidade que vinha tendo no Belenenses e isso é muito importante. Estou muito contente por ter vindo.

Imagino que tenha falado com o Vukcevic. O que lhe disse ele?

Falei com o meu antigo diretor na Fiorentina, o Pedro Pereira, e agradeço-lhe porque me disse muito bem, tanto do clube como da cidade. Depois disso, foram fundamentais as conversas que tive com o Vukcevic, porque somos amigos há mais de 10/15 anos, estamos sempre juntos e ele falou-me muito bem. Explicou-me como se vive em Braga, como é a equipa, como jogamos, como são os adeptos… Depois do que falamos, percebi que este é um clube muito importante em Portugal, o que é algo que eu já tinha reparado, mas depois de falar com o Vukcevic fiquei a perceber tudo aquilo que me esperava. A partir desse momento, não ficou uma única dúvida sobre a minha decisão de vir para o SC Braga.

Disse que são amigos há 15 anos…

Vir para o SC Braga e poder finalmente jogar com o Vukcevic é uma das histórias mais bonitas da minha carreira. Nós fomos capitães de equipas rivais no Montenegro, desde os escalões de formação até aos seniores. Fomos sempre adversários nas duas principais equipas do Montenegro, mas na seleção partilhávamos sempre quarto, por isso eu chamo-o “room mate” (companheiro de quarto). Somos como irmãos, para nós esta época será uma coisa especial, porque é a primeira vez que jogamos juntos num clube.

Jogou em alguns clubes em Itália antes de chegar a Portugal. Como avalia a sua carreira e o que podem esperar de si os adeptos?

Acho que é melhor verem em campo, aquilo que eu sou e o que posso dar. De certeza que verão que dou tudo o que tenho de mim, que deixo todas as minhas qualidades futebolísticas e também aquilo que sou. Na Fiorentina fui o jogador mais jovem utilizado pelo Montella, tanto na Europa League como na Serie A, mas tive alguns infortúnios, algumas lesões… Na época passada vim para o Belenenses e graças ao mister Velásquez, que me quis lá, dei um passo importante na minha carreira e no meu estado de ânimo. Depois de tudo o que aconteceu, precisei de um tempo para pensar um pouco e então escolhi o SC Braga. Direi a todos os adeptos que vou dar tudo por esta camisola, darei o máximo de mim todos os dias para honrar este emblema e de certeza que conseguiremos grandes coisas.

Foi importante o presidente para o convencer a vir?

Fez-me sentir que sou importante. Desde o primeiro momento. Para mim é importantíssimo sentir a confiança das pessoas, sinto-me mais forte. Foi importante o diálogo que mantive com eles e com os diretores, quando uma pessoa como ele fala diretamente contigo é algo que tem valor.

 

12-1024x682
41-1024x682
31-1024x682
bakic-presidente-1024x682