A equipa feminina do SC Braga venceu este domingo o CS Marítimo, em jogo correspondente à 16ª jornada da Liga BPI. Num dos terrenos mais complicados de vencer neste campeonato, as Gverreiras do Minho foram premiadas pela sua qualidade individual e conquistaram mais três preciosos pontos.

O SC Braga assumiu o jogo desde o início da partida. No entanto, nos primeiros 30 minutos as Gverreiras não estavam a definir bem as suas investidas. Após uma mão cheia de oportunidades e algum desperdício, eis que Uchendu entrou em ação. Em apenas dois minutos (43′ e 45′), a avançada nigeriana colocou o conjunto arsenalista a vencer por 2-0 – dois golos que entram para os melhores desta temporada.

No segundo tempo, as Gverreiras não tiraram o pé do acelerador. Aos 61′, Keane dilatou a vantagem após uma excelente jogada da formação arsenalista. A equipa da casa não baixou os braços apesar da desvantagem e conseguiu reduzir. À passagem do minuto 79′, Paula Fernandes inscreveu o seu nome na lista de marcadoras do encontro ao aparecer no sítio certo após a cobrança de um livre indireto. A cinco minutos dos 90, Sara Brasil atirou uma bomba para o fundo da baliza defendida por Bárbara – um golo que ficará no baú das suas melhores recordações desportivas.

Com esta vitória, o SC Braga permanece no primeiro lugar da Liga BPI com mais três pontos que o Sporting CP.