Abel Ferreira, em declarações após o empate frente ao Zorya, mostrou-se contente com a exibição da sua equipa e afirmou que o SC Braga podia ter feito mais golos, tendo em conta o número de oportunidades criadas ao longo dos 90 minutos. O técnico dos Gverreiros do Minho elogiou a postura dos seus jogadores dentro das quatro linhas e sublinhou que acredita que na próxima quinta-feira o conjunto arsenalista irá passar a eliminatória com a força dos seus adeptos.

Análise ao jogo: “Sabíamos que o Zorya é uma equipa intensa e agressiva. Tínhamos de fazer pausas porque é o nosso primeiro jogo. Por outro lado sinto que criámos oportunidade mais que suficientes para fazer mais golos. Sabíamos que a eliminatória ia estar em aberto no final deste jogo. De um modo geral estou contente com o desempenho da minha equipa e, na minha opinião, apenas faltou mais calma e clarividência na hora da decisão. Sabemos que quanto maior é a nossa ambição, maior é a exigência, mas também temos de ter calma para na hora de decidir executar melhor.  Agora temos o jogo em nossa casa e com o nosso público sinto que vamos passar a eliminatória”.

Um primeiro jogo com alguma ansiedade: “Temos de ser realistas. Este era o nosso primeiro jogo oficial e sentiu-se alguma ansiedade, o que é natural. Agora é descansar bem estes Gverreiros e certamente que quinta-feira podemos dar melhor resposta”.

Recuperação faz-se na Ucrânia: “Treinamos amanhã na Ucrânia para acelerar o processo de recuperação. A viagem é longa e não fazia sentido nenhum chegar de madrugada a Portugal. Sabemos que um dos fatores mais importantes de recuperação é ter o sono limpo e não atribulado e interrompido. Queremos estar a 100% para o próximo jogo com a Nacional e queremos dar uma boa resposta”.