Abel Ferreira, após a derrota frente ao Rio Ave FC, afirmou que hoje o SC Braga não foi feliz nesta partida, mas que este resultado não apaga a excelente temporada da formação bracarense. O técnico dos Gverreiros do Minho confessou ainda o seu desejo de continuar ao serviço do conjunto arsenalista e de ‘fazer o que ainda não foi feito’ no clube.

Balanço da época 2017/2018: “Este resultado não apaga o que fizemos durante a época. Fizemos história. Batemos recordes de golos, de pontos com boas exibições e com uma ideia de jogo bem vincada. Nem sempre o que acontece dentro de campo reflete justiça, mas ao longo da temporada a classificação na tabela ilustra essa justiça”.

Análise da partida: “O jogo nem sempre foi bem jogado devido ao vento. Na primeira parte o Rio Ave marcou e nós não. Na segunda parte criámos mais oportunidades, mas também não conseguimos finalizar com proeza”.

Ambição para o futuro: “Quero continuar no SC Braga para fazer o que ainda não foi feito. É aliciante estar num clube onde as ambições são grandes. Encurtamos a diferença para os grandes e queremos continuar a fazer mais e melhor. Hoje não fomos felizes nas oportunidades que criámos e acabámos por pagar caro”.

Relação com os adeptos: “Depois do desaire com o Boavista FC, chegar aqui e ver esta moldura humana explica bem o que é o SC Braga neste momento e a empatia que criámos com os nossos adeptos”.