Manhã cinzenta e farrusca no Estádio de São Miguel, tal como a exibição do SC Braga B diante do CD Santa Clara. Num jogo onde nunca se encontraram verdadeiramente, os Gverreiros do Minho saíram derrotados por 2-0, perante um adversário que se revelou mais astuto, experiente e pragmático. Mais de um mês depois, os comandados de Abel Ferreira voltaram a saborear o amargo sabor da derrota.

O golo madrugador do CD Santa Clara – conseguido ainda nos primeiros dez minutos – acabou por condicionar e bloquear a estratégia delineada por Abel Ferreira para este encontro. Sem a inspiração de outros jogos, os gverreiros sentiram algumas dificuldades para ligar o seu jogo ofensivo e reagir ao golo sofrido. Por sua vez, o conjunto insular revelou-se sempre muito matreiro e pragmático nas sua ações, utilizando sempre um jogo direto, físico e de segundas bolas.

Abel Ferreira mexeu ao intervalo e a sua equipa apresentou algumas melhorias. Contudo, emergiu novamente a matreirice e experiência dos açorianos que, numa perda de bola no meio campo bracarense, aproveitaram da melhor maneira para fazer o segundo. O SC Braga B até reagiu bem a nova contrariedade, criando boas situações para reentrar na discussão do jogo. Contudo, esta não era mesmo o melhor dia dos gverreiros, pelo que o resultado se manteve até final.

Com esta derrota o SC Braga B segue no 8.º posto da Ledman LigaPRO com 46 pontos. Na próxima ronda os Gverreiros recebem o SC Freamunde.

Ficha de Jogo

Onze inicial: Tiago Sá, Anthony D’Alberto, Bruno Wilson (Tomás Martínez, 58’), Lucas, Thales, Didi, Edelino Ié (Bruno Jordão, 45’), Simão, Xadas, Joca, Leandro (Piqueti, 58’)

Suplentes: Tiago Pereira, Inácio, Bruno Jordão, Tomás Martínez, Rúben Alves, Piqueti, Ogana

Golos: Rúben Saldanha (9’) e João Reis (69’)