O SC Braga perdeu, esta segunda-feira, por três bolas a duas na visita ao terreno do Sporting CP. Duelo onde os Gverreiros do Minho apenas se podem queixar da ineficácia, falta de sorte e de um Luís Maximiano inspiradíssimo.

Sem grandes rodeios, o SC Braga foi bastante superior ao Sporting CP. Quis mais do jogo, criou mais e melhores oportunidades e tivesse revelado o acerto exigido e teria construído um resultado gordo a seu favor.

Duas bolas nos ferros, um pênalti desperdiçado e um cunhado de intervenções de grande nível do guardião contrário. Mais eficaz, o Sporting apontou três golos em duas oportunidades que produziu – por Pedro Mendes (6’) e Ricciulli (20’) -, tendo visto ainda Vianna (53’) introduzir a bola na própria baliza. Para o SC Braga reduziu Namora (38’) e Midana (85’), mas fica um claro sabor amargo pela tremenda superioridade não materializada.