José Carlos Macedo terminou, esta terça-feira, no 4º lugar no Open Mundial de Boccia. O Gverreiro do Minho voltou a mostrar toda a sua qualidade e ficou muito perto de conquistar as medalhas nesta prestigiada competição.

O bracarense José Carlos Macedo após ter vencido o campeão mundial, Grigorios Polychronidis, nos quartos de final foi surpreendido pelo seu companheiro de seleção, Avelino Andrade, que na discussão da meia-final o venceu por 3-2, num jogo equilibrado do início ao fim.

Na discussão da medalha da bronze, o Gverreiro do Minho voltou a perder com o japonês Kazuki Takahashi, por 2-4, jogador que já tinha defrontado no seu grupo de apuramento, e também não o tinha conseguido superar (2-6).

José Gonçalves ficou pela 12ª posição da geral, uma posição aquém do potencial que lhe é reconhecido, mas que reflete a necessidade de mais oportunidades competitivas de nível internacional para poder crescer e afirmar-se.

Terminada a prova individual, segue-se a prova coletiva. Os Gverreiros (José Carlos Macedo e José Gonçalves), juntamente com o portista Avelino Andrade, defrontarão a Bélgica, o Japão, França e a Grécia no seu grupo de apuramento.