Talento, qualidade mas muito coração: o jogo resumiu-se nestas três variáveis. Numa partida imprópria para cardíacos, a formação liderada por Miguel Santos venceu este domingo o GD Estoril Praia por 2-3 e garantiu a passagem às meias finais da Taça de Portugal Feminina.

O SC Braga entrou na partida com o pé direito e, logo aos 6 minutos, Francisca apareceu no sítio certo e deu a vantagem ao conjunto arsenalista. Mesmo após o golo, as Gverreiras do Minho continuaram a controlar a partida, apesar da formação canarinha estar sempre com um olho atento no contra-ataque – o que causou alguns calafrios à baliza defendida por Rute Costa. Nos últimos 30 minutos da primeira parte, a formação minhota teve mais de uma mão cheia de oportunidades de golo, no entanto foi o GD Estoril Praia que chegou ao empate. Em cima do apito para o descanso, Mariana Coelho (45′) restabeleceu a igualdade no marcador, num dos contra-ataques ferozes das canarinhas.

No segundo tempo, apesar do ritmo de jogo ter baixado, a turma de Miguel Santos continuou a dar trabalho à defesa adversária. E como diz um provérbio português: “Quem procura sempre alcança”. Depois de muitas investidas, Laura Luís (77′) fez a delícia dos adeptos do SC Braga com um cabeceamento certeiro para o fundo das redes da baliza defendida por Tatiana Beleza. E tudo parecia controlado… até que Catarina Carmo (85′), na marcação de um livre direto, impediu que as Gverreiras conquistassem a vitória nos 90 minutos.

No prolongamento pedia-se raça, querer e coração às arsenalistas. Logo no início do tempo extra, as Gverreiras responderam em campo. Após um canto com conta, peso e medida de Ágata, Jana (92′) efetuou um cabeceamento fulminante deixando com um sorriso rasgado toda a formação vermelha e branca. Até ao final do encontro, o GD Estoril Praia tentou adiar a decisão para as grandes penalidades mas a muralha arsenalista esteve sempre muito bem organizada defensivamente evitando todas as suas investidas.

Com este resultado o SC Braga garante o acesso às meias-finais da prova rainha do futebol feminino português.