Chegou o momento de abrirmos novamente o ‘livro’ da UEFA Europa League. Duas épocas depois, os Gverreiros reencontram, esta quinta-feira, o poderoso Olympique de Marseille no Stade Vélodrome, em jogo a contar para a 1ª mão dos 16 avos de final. Com jogadores de grande qualidade como Florian Thauvin e Dimitri Payet, o emblema francês ocupa, atualmente, o 3º lugar da Ligue 1 e parte para este encontro com uma série de 10 jogos seguidos sem perder. No entanto, o SC Braga já mostrou que é capaz de derrotar qualquer adversário, portanto o espetáculo e a incerteza face ao vencedor da eliminatória são garantidos.

Um clube histórico do futebol mundial

O Olympique de Marseilhe é a equipa francesa mais bem-sucedida nos grandes palcos europeus, prova disso é o seu historial. O conjunto atualmente liderado por Rudi Garcia venceu uma Liga dos Campeões em 1992/1993 e foi vice-campeão da UEFA Europa League em 1998/1999 e 2003/2004. Em termos nacionais, venceu por nove vezes a Ligue 1, conquistou 10 Taças de França, três Taças da Liga e ainda duas Supertaças de França, sendo um dos clubes franceses com mais troféus conquistados.

Neste clube passaram várias figuras históricas do futebol mundial como Didier Drogba, Éric Cantona, Fabien Barthez, Robert Pires, Didier Deschamps, Samir Nasri, entre outros. Nomes que espelham bem a qualidade da formação francesa.

Dados:

– Estes dois clubes registaram vitórias caseiras quando se enfrentaram na fase de grupos da UEFA Europa League de 2015/16, com o SC Braga a vencer por 3-2. Duas semanas depois, o Olympique de Marseille venceu por 1-0. Ambas as equipas apuraram-se para os 16 avos-de-final.

– Na fase de grupos, o SC Braga assegurou o primeiro lugar no grupo C ao passo que o clube francês terminou no segundo lugar do Grupo I, atrás do Salzburgo, graças a duas vitórias, dois empates e duas derrotas.

– O registo global do Olympique de Marseille frente a clubes portugueses é de três vitórias, dois empates e sete derrotas. Todos os triunfos aconteceram em casa, mais recentemente diante do Vitória SC, na fase de grupos da presente edição da UEFA Europa League.

– Os únicos confrontos do SC Braga frente a adversários franceses aconteceram nos oitavos de final da Taça UEFA de 2008/09, quando foi eliminado pelo Paris Saint-Germain com um resultado total de 1-0 (0-0 fora, 0-1 em casa).

– O Olympique de Marseille ganhou quatro dos cinco jogos europeus que disputou no Stade Vélodrome esta época, empatando o outro. Marcou dez golos e sofreu três. A última derrota caseira nas provas da UEFA aconteceu há duas épocas, na primeira mão dos 16 avos-de-final, quando perdeu por 1-0 com o Athletic Club.

– Na época passada, o Olympique de Marseille terminou a Ligue 1 na quinta posição e iniciou a campanha na UEFA Europa League a partir da terceira pré-eliminatória, onde afastou os belgas do Oostende com um resultado total de 4-2, antes de eliminar os eslovenos do Domžale no “play-off” (4-1).

– A última vez que o SC Braga venceu um grupo na UEFA Europa League, em 2015/16 (na altura terminando à frente do Olympique de Marseille), atingiu os quartos de final, eliminando o Sion nos 16 avos de final, com um resultado total de 4-3.

Ligações e curiosidades:

– Agora no Olympique de Marseille, o defesa Rolando (Campomaiorense 1999–2003, Belenenses 2003–08, Porto 2008–15) e o avançado Kostas Mitroglou (Benfica 2015–17) já representaram clubes portugueses.

– André Horta e Danilo foram colegas de Mitroglou no Benfica em 2016/17. Danilo também foi colega de Aymen Abdennour, no Valência, em 2015/16.

– Adil Rami, defesa do Olympique de Marseille, ganhou a UEFA Europa League de 2015/16 com o Sevilha, sendo titular em sete jogos, incluindo a final frente ao Liverpool.

– Suspensos para o próximo jogo caso vejam cartão amarelo: Lucas Ocampos (O. Marseille); Ricardo Esgaio (Braga).