Os Sub-23 voltaram a realizar uma exibição positiva, ao mesmo que tempo que voltaram a ser penalizados pelos erros que cometeram e por fatores que não controlam.

Igualdade a uma bola no Estoril, em jogo onde a equipa de José Carvalho Araújo já contava com os três pontos.

Álvaro deu uma justa vantagem ao SC Braga à passagem do minuto 52, naquele que foi o melhor período no encontro. Quando já não se esperava nada menos que a vitória, o árbitro Gonçalo Carreira apontou para a marca de penalidade, num lance no mínimo muito duvidoso. Aos 99 minutos, na conversão, João Basso igualou o encontro.