Espírito Gverreiro. Maturidade. Inteligência tática e emocional. Eis os ingredientes que Rui Santos considera necessários para o SC Braga B bater o CD Cova da Piedade.

No Estádio 1.º de Maio, o técnico quer ver confirmados os bons apontamentos com um triunfo, por forma a escalar mais lugares na tabela classificativa.

Inteligência: “O fator casa é sempre importante. Nós entramos em todos os jogos para vencer e aquilo que eu tenho dito aos nossos jogadores é que temos de ter inteligência tática e emocional para conquistarmos os três pontos”.

Consolidar a boa fase com uma vitória: “Os objetivos passam, como já disse anteriormente, por vencer este jogo que é muito importante para nós. Vimos de dois empates e só com uma vitória agora é que conseguimos consolidar o bom momento e a nossa ambição de dar um salto na tabela classificativa”.

O adversário: “Sabemos que o Cova da Piedade é uma equipa que tem jogadores muito experientes. Uma equipa forte com jogadores maduros como o Moreira e o Evaldo que estão na casa dos 37 anos. Nós temos que ter uma atitude igualmente madura. Temos de ser Gverreiros, ter atitude vencedora e espírito lutador”.