Na sala de imprensa do Estádio do Restelo, Jorge Simão era um treinador claramente satisfeito com mais uma importante vitória. O técnico bracarense destacou a vontade e o caráter da sua equipa, salientando a importância desses fatores para a conquista da vitória. Rendido, deixou uma palavra especial ao capitão ao Alan e à forte falange de apoio que se fez ouvir e sentir em Belém.

Vitória da vontade e do caráter: “Devo assumir, sem dificuldade, que não foi um bom jogo da nossa parte, mas ganhámos. Acho que já fizemos jogos muito melhores e não ganhámos. Hoje tivemos vontade, caráter para vencer este jogo, pode ter faltado outras coisas, mas isso sem dúvida foi a chave. Hoje passámos por fases difíceis no jogo, mas este espírito, este caráter permitiu-nos sairmos daqui com a vitória”.

Agradecimento especial aos adeptos: “Quero deixar uma palavra aos nossos adeptos que nos acompanham de norte a sul. Mesmo nos momentos menos bons não nos podemos queixar da falta de apoio. Eles sentem perfeitamente as nossas dores e nós só temos de respeitar e trabalhar no duro para vencermos jornada após jornada. Uma palavra para os adeptos que tiveram aqui hoje a apoiar-nos”.

Uma palavra aos jogadores: “Esta época não tem sido fácil, estes jogadores já passaram por momentos muito difíceis e o caráter deles tem sido fundamental para ultrapassarmos as dificuldades”.

A entrada de Alan: “O momento chave do jogo é a entrada do Alan. É uma referência do nosso clube, mas independentemente da sua idade e do que representa para o clube, é um jogador fantástico, soube gerir o ritmo de jogo e foi fundamental para a nossa vitória”.